Notícias

Novos parlamentares tomam posse e elegem Mesa Diretora em 1º de fevereiro

Segunda, 21 de janeiro de 2019.

Pedro França Ag SenadoCom renovação histórica, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal irão reunir, no dia 1º de fevereiro, os novos parlamentares para posse e eleição dos cargos das Mesas Diretoras. Os deputados e senadores vão eleger os membros no primeiro dia do mês, uma sexta-feira; após a cerimônia de posse.

Relativamente rápida, a posse não conta com discurso dos parlamentares, apenas um pronunciamento do presidente da sessão e o juramento dos empossados. No caso do Senado, como único membro da Mesa da legislatura anterior ainda na casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) deverá comandar os trabalhos.

As Mesas Diretoras da Câmara e do Senado são responsáveis pela direção dos trabalhos legislativos e dos serviços administrativos e contam com 11 vagas. Compõem-se de Presidência (presidente e dois vice-presidentes) e de Secretaria (quatro secretários e quatro suplentes). Os membros efetivos não podem fazer parte de Liderança nem de Comissão Permanente, Especial ou de Inquérito. Na última legislatura, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (MDB-CE) ocuparam os postos.

Pleitos municipais
Em seu trabalho de articulação política com o Congresso Nacional, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) promove o diálogo entre os Entes locais e os presidentes e líderes das Casas. São eles que pautam os projetos e viabilizam a sensibilização de todo o quadro de parlamentares para a pauta prioritária do movimento municipalista. Para isso, a entidade conta também com a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Brasileiros, coordenada pelo deputado Herculano Passos (MDB-SP).

Até agora, os deputados Arthur Lira (PP-AL), Ricardo Barros (PP-PR), JHC (PSB-AL), Kim Kataguiri (DEM-SP), Fábio Ramalho (MDB-MG), Alceu Moreira (MDB-RS), Capitão Augusto (PR-SP), Marcelo Freixo (PSOL-RJ), além de Rodrigo Maia, anunciaram interesse na candidatura à presidência da Câmara. No Senado, estão cotados ou já se declararam candidatos: Alvaro Dias (Pode-PR), Ângelo Coronel (PSD-BA), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Esperidião Amin (PP-SC), Major Olímpio (PSL-SP), Renan Calheiros (MDB-AL), Simone Tebet (MDB-MS) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Além de acompanhar a posse e eleição dos novos parlamentares, a CNM irá promover, na primeira quinzena de fevereiro, um evento para deputados e senadores para tratar da pauta municipalista – projetos que já tramitam nas Casas com impacto na gestão local ou proposições a serem apresentadas na nova legislatura.

Por: Amanda Maia

Da Agência CNM de Notícias 

Foto: Pedro França/Agência Senado

Espalhe esta notícia:

Voltar